Uma introdução aos métodos mistos em Ciência Política

Autores

  • Ranulfo PARANHOS Univ. Fed. de Alagoas
  • Dalson Britto Figueiredo Filho Univ. Fed. de Pernambuco
  • Enivaldo Carvalho da Rocha Univ. Fed. de Pernambuco
  • José Alexandre da Silva Júnior Univ. Fed. de Alagoas
  • Diego Freitas Universidade Tiradentes

DOI:

https://doi.org/10.1590/15174522-018004221

Palavras-chave:

métodos mistos, triangulação metodológica, Ciência Política.

Resumo

Quais são as vantagens da triangulação de métodos e técnicas de pesquisa? Apesar de ser consensual a importância da combinação de métodos quantitativos e qualitativos, ainda são raros os trabalhos que efetivamente integram diferentes técnicas de pesquisa. Esse artigo apresenta uma introdução aos métodos mistos. Nosso público alvo são estudantes de graduação e pós-graduação em estágios iniciais de treinamento. Metodologicamente, sintetizamos as principais recomendações da literatura e utilizamos dois exemplos práticos para ilustrar como a combinação de técnicas pode ser empregada em desenhos de pesquisa empíricos. Com esse artigo esperamos difundir a utilização de métodos mistos na Ciência Política brasileira. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-19

Como Citar

PARANHOS, R.; FIGUEIREDO FILHO, D. B.; ROCHA, E. C. da; SILVA JÚNIOR, J. A. da; FREITAS, D. Uma introdução aos métodos mistos em Ciência Política. Sociologias, [S. l.], v. 18, n. 42, 2016. DOI: 10.1590/15174522-018004221. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/54268. Acesso em: 17 maio. 2022.