Respostas fisiológicas e comportamentais do recém-nascido de risco durante o cuidado da enfermeira

Autores

  • Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso
  • Karla Maria Carneiro Rolim
  • Fernanda Cavalcante Fontenele
  • Eloah de Paula Pessoa Gurgel
  • Luciana Rabelo Costa

Palavras-chave:

Recém-nascido, Comunicação, Enfermagem neonatal, Cuidados de Enfermagem

Resumo

O cotidiano enfrentado pelas enfermeiras que trabalham em Unidade Neonatal (UN) lhes impõe um alargamento de perspectivas na observação e realização, do ponto de vista das suas atividades profissionais. Objetivou-se investigar as respostas fisiológicas e comportamentais do recém-nascido (RN) de risco ao ser cuidado pela enfermeira na UN. Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva desenvolvida com 33 RN’s de risco internados na UN numa maternidade pública, em Fortaleza, Ceará, Brasil, no período de dezembro de 2004 a março de 2005. Utilizou-se a observação direta dos cuidados da enfermeira ao RN e busca nos prontuários das condições de nascimento. A resposta fisiológica mais presente foi a alteração da freqüência cardíaca, seguida pela saturação de oxigênio e cor da pele. Constatou-se que o RN, mediante expressão facial, movimentação corporal e choro, tenta comunicar seus sentimentos e sua linguagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-06-11

Como Citar

1.
Moreira Leitão Cardoso MVL, Carneiro Rolim KM, Cavalcante Fontenele F, Pessoa Gurgel E de P, Rabelo Costa L. Respostas fisiológicas e comportamentais do recém-nascido de risco durante o cuidado da enfermeira. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 11º de junho de 2008 [citado 6º de julho de 2022];28(1):98. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/rgenf/article/view/4705

Edição

Seção

Artigos Originais