O VÍDEO COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA

Adriana Watanabe, Tatiane Baldoria, Carmem Lucia Costa Amaral

Resumo


O presente trabalho descreve um relato de experiência utilizando a produção de um vídeo pelos alunos como recurso didático para o ensino de química com o objetivo de predispor o aluno à aprendizagem significativa de oxirredução. O vídeo foi desenvolvido por 45 alunos do Curso Técnico em Química de uma escola técnica pública situada na cidade de São Paulo. Para o seu desenvolvimento foi solicitado alguns itens como conceito, reações, aplicação de um exercício com correção e a realização de um experimento utilizando materiais alternativos. Após a produção do vídeo, os alunos socializaram suas produções com os colegas e responderam um questionário avaliando o vídeo como ferramenta para a sua aprendizagem. Os resultados evidenciaram que a construção do vídeo motivou os alunos a estudarem e, consequentemente contribuiu para a aprendizagem significativa do conhecimento de oxirredução.

Palavras-chave


Ensino de química. Oxirredução. Produção de vídeo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.85993

Direitos autorais 2018 RENOTE



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br