Resolução de problemas e sensoriamento remoto: em busca de uma aprendizagem ativa com estudantes do 9º ano

Autores

  • Cassiano Scott Puhl PUCRS
  • Thaísa Jacintho Müller PUCRS
  • Lori Viali PUCRS
  • Regis Alexandre Lahm PUCRS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.79243

Palavras-chave:

Resolução de problemas, Tecnologias na educação, Sensoriamento remoto, Imagens orbitais, Aprendizagem ativa.

Resumo

Este artigo apresenta uma experiência didática interdisciplinar e inovadora,
cujo objetivo foi de analisar a área desmatada nas comunidades em que os estudantes do 9º ano de uma escola de Bom Princípio/RS residem. A pesquisa fundamentou-se nas tendências matemáticas modernas, como a Resolução de Problemas e as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), utilizando a técnica de sensoriamento remoto. No decorrer da experiência didática, os estudantes entrevistaram pessoas, levantaram dados na web e utilizaram imagens orbitais do software Google EarthTM para solucionar o problema. Por fim, os dados coletados apresentam fortes indícios que a Resolução de Problemas alinhada com as TIC são estratégias potencializadoras de uma aprendizagem ativa, formando estudantes críticos, criativos e preocupados com o meio em que vivem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-27

Como Citar

SCOTT PUHL, C.; JACINTHO MÜLLER, T.; VIALI, L.; ALEXANDRE LAHM, R. Resolução de problemas e sensoriamento remoto: em busca de uma aprendizagem ativa com estudantes do 9º ano. RENOTE, Porto Alegre, v. 15, n. 2, 2017. DOI: 10.22456/1679-1916.79243. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/79243. Acesso em: 17 maio. 2022.

Edição

Seção

Teorias educacionais aplicadas à TIC