POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCLUSÃO DIGITAL

Angela Regina Heinzen Amin Helou, Greicy Kelli Spanhol Lenzi, Ana Donner Abreu, Gerson Saiss, Neri dos Santos

Resumo


Com o advento das tecnologias, a sociedade demanda cada vez mais pela inclusão digital da população. Entretanto, em um país marcado por suas desigualdades sociais e também topográficas, faz-se necessário fomentar políticas públicas que contemplem as específicidades de cada região. Nesse sentido, o objetivo deste artigo é apresentar como a disponibilização da internet gratuita, a implantação de Telecentros e a capacitação da comunidade auxiliam na inclusão digital das pessoas. Os procedimentos metodológicos adotados foram a pesquisa aplicada, descritiva, bibliográfica, documental, o estudo de caso e o questionário estruturado. Como resultado, verificou-se que, a partir da implantação de dois projetos conjuntos em um município da área rural, o uso das tecnologias promoveu a socialização dos indivíduos, ao mesmo tempo em que favoreceu o acesso a novos conhecimentos e diferentes culturas, propiciando, desta maneira, o início de uma nova dimensão de cidadania.

Palavras-chave


Inclusão Digital; TICs; Telecentros.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.21920

Direitos autorais



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br