Agentes Pedagógicos Emocionais atuando em um Ambiente Virtual de Aprendizagem

Autores

  • Rejane Frozza Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais/PPGSPI Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Andréa Aparecida Konzen da Silva Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Jacques Nelson Corleta Schreiber Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais/PPGSPI Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Beatriz Lux Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Kurt Werner Molz Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Liane Mahlmann Kipper Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais - PPGSPI/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Mirceia Pereira Borin Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais - PPGSPI/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Amanda Brum de Carvalho Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Jorlei Luis Baierle Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Lariane Sampaio Departamento de Informática/ Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.21911

Palavras-chave:

agentes pedagógicos emocionais, ambiente virtual de aprendizagem, estilos cognitivos, modelagem de emoções em agentes pedagógicos.

Resumo

A aprendizagem é uma das atividades mais ricas desenvolvidas pelo homem. Assim, a utilização de novas tecnologias neste processo, como a computação afetiva, é promissora. Na computação afetiva, encontram-se os conhecimentos da psicologia e da ciência cognitiva, sendo possível estudar como os sistemas computacionais podem detectar, classificar e responder às emoções humanas. Este artigo apresenta o desenvolvimento e a atuação de dois agentes pedagógicos animados, expressando emoções (tutor e companheiro), integrados em um ambiente virtual de aprendizagem, a fim de interagir com estudantes. O agente tutor Dóris tem o papel semelhante a de um professor, identificando as características de aprendizagem do estudante. O agente companheiro Dimi atua juntamente com o estudante na realização de atividades propostas pelo ambiente virtual, fornecendo dicas e desafios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-07-28

Como Citar

FROZZA, R.; DA SILVA, A. A. K.; SCHREIBER, J. N. C.; LUX, B.; MOLZ, K. W.; KIPPER, L. M.; BORIN, M. P.; DE CARVALHO, A. B.; BAIERLE, J. L.; SAMPAIO, L. Agentes Pedagógicos Emocionais atuando em um Ambiente Virtual de Aprendizagem. RENOTE, Porto Alegre, v. 9, n. 1, 2011. DOI: 10.22456/1679-1916.21911. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/21911. Acesso em: 20 maio. 2022.