GESTÃO DE EAD: A IMPORTÂNCIA DA VISÃO SISTÊMICA E DA ESTRUTURAÇÃO DOS CEADs PARA A ESCOLHA DE MODELOS ADEQUADOS

Luis Otoni Meireles Ribeiro, Maria Isabel Timm, Milton Antonio Zaro

Resumo


Este artigo apresenta relato de experiências e reflexões sobre a importância da
estruturação de um setor para desenvolver instrumentos de planejamento e gestão dos cursos a distância,
de acordo com necessidades específicas da instituição, levando-se em conta múltiplos cursos, públicos e
níveis, bem como a gestão dos clientes internos da instituição (equipe de professores, produtores de
mídia, tutores, etc.). São apresentados modelos de cursos à distância para situações diferenciadas, em
especial para a educação profissional e tecnológica e o ensino de engenharia. A educação a distância,
quando trabalhada numa perspectiva de economia de escala, pressiona por uma abordagem profissional
de gestão, a qual pressupõe, além de infraestrutura tecnológica, um planejamento eficaz, dinâmico e
adequado frente às demandas de atendimento dos clientes externos e internos de uma IES.

Palavras-chave


educação a distância, educação profissional, educação tecnológica, ensino de engenharia, ensino de ciência e tecnologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.14316

Direitos autorais



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br