Os percursos de navegação durante a resolução do problema de Carbópolis: centralidade e extensibilidade.

Marcelo Leandro Eichler, Léa da Cruz Fagundes

Resumo


Neste artigo, descrevemos o uso de arquivos de log na análise da utilização do software educativo Carbópolis. A análise desses arquivos foi combinada à análise microgenética buscando evidenciar os percursos de navegação e os mecanismos psicológicos manifestos pelos sujeitos durante a resolução do problema apresentado pelo software. Realizou-se a pesquisa com a colaboração de oito participantes, com idades entre 14 e 17 anos. A partir dos dados obtidos na pesquisa, propõem-se duas
categorias para a análise dos percursos de navegação em hipertextos ou em simulações educacionais: centralidade e extensibilidade.

Palavras-chave


Hipertexto, Microgênese, Solução de problemas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.13933

Direitos autorais



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br