Desenvolvimento de uma Bengala Automatizada Utilizando Arduino para Deficientes Visuais

Rayssa Cabral Costa, Mayara C Volkmer, Simone Silva Frutuoso Souza, Fernando Parra dos Anjos Lima

Resumo


Neste artigo apresenta-se o processo de desenvolvimento, construção e testes de um protótipo de uma bengala automatizada para deficientes visuais. O projeto foi idealizado com o intuito de criar uma ferramenta automatizada para auxiliar os deficientes visuais nas suas atividades diárias, de modo a identificar obstáculos e evitar colisões. Para a montagem do protótipo modelo, foram utilizados materiais de baixo custo e arduino. Durante a elaboração do protótipo, foi realizada uma pesquisa de campo no Centro Municipal de Educação Especial Professora. Isoldi Storck na cidade de Tangará da Serra-MT, onde quatro alunos cegos foram entrevistados e realizaram testes com o protótipo. Através da participação e avaliação dos deficientes, pode-se destacar que os resultados obtidos são satisfatórios, e o protótipo desenvolvido neste trabalho além de seguro e confiável, atende as necessidades identificando obstáculos com precisão.

Palavras-chave


Bengala, Automação, Microprocessadores, Protótipo, Acessibilidade.

Texto completo:

PDF


A REIC mudou de endereço! Para acessar as edições publicadas e/ou submeter seu artigo, acesse https://sol.sbc.org.br/journals/index.php/reic.