A INFLUÊNCIA DA INOVAÇÃO SUSTENTÁVEL E DO LUXO SOBRE A DISPOSIÇÃO A PAGAR E A INTENÇÃO DE COMPRA DO CONSUMIDOR

Autores

  • Mateus Luan Dellarmelin Faculdade Meridional - IMED
  • Eliana Andréa Severo Faculdade Meridional - IMED
  • Josieli Lazzarotto Faculdade Meridional - IMED

Palavras-chave:

Inovação Sustentável. Disposição a pagar. Intenção de Compra.

Resumo

Diante de um contexto de crescentes preocupações relacionadas aos problemas ambientais, as inovações sustentáveis de produto desempenham um papel importante na redução dos impactos ambientais ocasionados pelo consumo. Contudo, o sucesso dessas inovações depende da sua adoção por parte dos consumidores. Por este motivo, o objetivo deste artigo é verificar a influência da inovação sustentável e do luxo sobre a disposição a pagar e a intenção de compra do consumidor. Neste sentido, foi realizada uma pesquisa causal, para verificar as relações de causa e efeito entre variáveis, em dois estudos. O primeiro estudo realizado foi um experimento de um fator, entre-sujeitos, onde a variável independente (sustentabilidade ambiental) foi manipulada. Os resultados do primeiro estudo demonstraram que a informação sobre a sustentabilidade ambiental de uma inovação não influenciou significativamente a intenção de compra do consumidor e a sua disposição a pagar. No segundo estudo realizado, além da sustentabilidade, foi manipulada também a presença da variável luxo. Os resultados do segundo estudo demonstram que a associação da sustentabilidade ao luxo não torna o seu efeito significante, pois o efeito da interação entre as duas variáveis independentes (sustentabilidade e luxo), bem como o efeito principal da sustentabilidade, sobre a disposição a pagar e intenção de compra do consumidor não foi significante. O luxo, por sua vez, teve um efeito negativo sobre a intenção de compra, mas positivo sobre a disposição a pagar. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mateus Luan Dellarmelin, Faculdade Meridional - IMED

Mestre em Administração pela Faculdade Meridional - IMED (2017). Bacharel em Publicidade e Propraganda pela Universidade de Passo Fundo (2015).

Eliana Andréa Severo, Faculdade Meridional - IMED

Doutora em Administração pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, e pela Universidade de Caxias do Sul, UCS. Mestrado em Administração pela UCS. Especialização em Gestão Ambiental com Ênfase na Indústria pela UCS. Graduação em Administração pela Universidade Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS. Graduação em Ciências Biológicas Licenciatura Plena pela Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC. Atualmente é professora do Mestrado Acadêmico em Administração e da Graduação em Administração da Faculdade Meridional (IMED/RS). Experiência na área de Sustentabilidade Ambiental, Inovação, Empreendedorismo e Responsabilidade Social. Linha de Pesquisa: Gestão Estratégica e Relações com o Mercado.

Josieli Lazzarotto, Faculdade Meridional - IMED

Mestre em Administração pela Faculdade Meridional - IMED (2017). Bacharela em Administração pela Faculdade Meridional - IMED (2015). 

Downloads

Publicado

2017-08-07

Como Citar

Dellarmelin, M. L., Severo, E. A., & Lazzarotto, J. (2017). A INFLUÊNCIA DA INOVAÇÃO SUSTENTÁVEL E DO LUXO SOBRE A DISPOSIÇÃO A PAGAR E A INTENÇÃO DE COMPRA DO CONSUMIDOR. Revista Eletrônica De Administração, 23(2), 258–273. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/62218