A INFLUÊNCIA DA AUTORREGULAÇÃO DOS RECURSOS DE APRENDIZAGEM NA EFETIVIDADE DOS CURSOS DESENVOLVIDOS EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NA INTERNET

Autores

  • Edimara Mezzomo Luciano Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – RS / Brasil

Palavras-chave:

educação a distância, autorregulação da aprendizagem, ambientes virtuais de aprendizagem, gestão dos recursos de aprendizagem, ensino a distância

Resumo

As características dos estudantes constituem elementos importantes da efetividade dos cursos desenvolvidos em ambientes virtuais de aprendizagem na Internet. Dentre estas características, destaca-se a capacidade do estudante de autorregular o tempo, o esforço, o ambiente físico de estudo e o ambiente social em que está inserido – elementos que constituem a autorregulação dos recursos da aprendizagem. Esta pesquisa tem por objetivo identificar a influência das diferenças individuais dos estudantes em relação à autorregulação dos recursos da aprendizagem na efetividade dos cursos desenvolvidos na Internet. Para isso, realizou-se um estudo de caso no Curso de Capacitação de Técnicos para os Núcleos de Tecnologia Educacional (NTE) das escolas da Região Sul do Brasil. Foram utilizadas seis fontes de coleta de dados: observação direta, análise de registros e documentos, entrevistas abertas e semiestruturadas e levantamento estruturado (Pesquisa Survey). A análise dos dados permitiu identificar a influência dos fatores de autorregulação dos recursos da aprendizagem em diversos aspectos que compõe a efetividade de um curso à distância na Internet. Entre estes aspectos estão o resultado, a qualidade e a satisfação percebidos pelos estudantes, a percepção de efetividade dos cursos na Internet em comparação com os cursos presenciais e a percepção das vantagens e desvantagens dos cursos a distância na Internet.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-04-16

Como Citar

Mezzomo Luciano, E. (2013). A INFLUÊNCIA DA AUTORREGULAÇÃO DOS RECURSOS DE APRENDIZAGEM NA EFETIVIDADE DOS CURSOS DESENVOLVIDOS EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NA INTERNET. Revista Eletrônica De Administração, 16(2), 481–513. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/38956