Confiança interpessoal e confiança organizacional como antecedentes dos comportamentos de cidadania organizacional

Autores

Palavras-chave:

Confiança interpessoal. Confiança organizacional. Comportamentos de cidadania organizacional.

Resumo

O objetivo deste trabalho consiste em analisar a influência dos antecedentes contextuais Confiança Interpessoal e Confiança Organizacional sobre os Comportamentos de Cidadania Organizacional. Por meio de uma survey. Foram investigados 988 trabalhadores do setor educacional pertencentes a treze organizações de ensino privadas do estado do Rio Grande do Sul, no ano de 2017. Os dados obtidos foram analisados com o apoio do software SPSS e AMOS, por meio da Modelagem de Equações Estruturais. Os principais resultados encontrados expõem a relação de influência da Confiança Interpessoal e Organizacional sobre os Comportamentos de Cidadania Organizacional. As reflexões que emergem com os achados desta pesquisa, sugerem que o contexto social assume um papel central no estímulo aos comportamentos cooperativos e discricionários nas organizações. Observou-se também, que foram empreendidos avanços ao trazer esta discussão para o campo das instituições do setor educacional, as quais exercem um papel social, político e econômico ímpar. Para os gestores em educação, uma maior compreensão dos antecedentes contextuais sobre o Comportamento de Cidadania Organizacional pode contribuir para o desenvolvimento de comportamentos voltados à cooperação, por meio do maior envolvimento entre os indivíduos e apoio da instituição à participação e valorização das contribuições dos trabalhadores do setor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taís de Andrade, Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em Administração pelo Centro Universitário Franciscano. Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria. Doutorado em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria. Professora adjunta do Departamento de Ciências Administrativas da Universidade Federal de Santa Maria.

Vania de Fátima Barros Estivalete, Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria. Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Maria. Doutorado em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pós-doutorado em Sociologia Econômica das Organizações no SOCIUS - Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações no ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa-Portugal. Professora associada do Departamento de Ciências Administrativas da Universidade Federal de Santa Maria.

Michel Barboza Malheiros, Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria. Mestrando em Administração pelo Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) na Universidade Federal de Santa Maria.

Vanessa Piovesan Rossato Piovesan Rossato, Universidade Federal de Santa Maria

Graduação em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria. Mestrando em Administração pelo Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) na Universidade Federal de Santa Maria.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Como Citar

de Andrade, T., Estivalete, V. de F. B., Malheiros, M. B., & Rossato, V. P. R. P. (2021). Confiança interpessoal e confiança organizacional como antecedentes dos comportamentos de cidadania organizacional. Revista Eletrônica De Administração, 27(3), 749–775. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/106296