Uma análise da produção acadêmica sobre o technostress (2000- 2020)

Gabriela Beltrame, Debora Bobsin

Resumo


O objetivo dessa pesquisa consiste em apresentar o panorama de pesquisa sobre o technostress em nível mundial nos últimos 21 anos utilizando a base de dados Web of Science. Realizou-se um estudo bibliométrico a fim de identificar aspectos fundamentais da disseminação das publicações acadêmicas, além de avaliar e comparar a produção científica dos autores que mais publicaram versus artigos mais citados no período, entre outros indicadores. Foram analisados 327 artigos, publicados entre os anos 2000 e 2020, além de uma análise profunda nas 10 publicações mais citadas. Os resultados evidenciaram que o número de publicações cresceu a partir do ano de 2015, sendo Monideepa Tarafdar o autor com maior número de publicações e os EUA o país de onde resultaram a maioria dos trabalhos. Foi constatado que das 10 publicações mais citadas, 7 são de autores que mais publicam sobre o tema, tendo como uma das exceções o segundo artigo mais citado na base de dados. Por fim, evidencia-se que o technostress é um tema emergente, com publicações que provêm de um grande número de pesquisadores, Instituições e periódicos do mundo inteiro, contudo o número é ainda reduzido em cada uma dessas categorias.


Palavras-chave


Technostress; Web of Science; Pesquisa bibliométrica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Gabriela Beltrame, Debora Bobsin

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

REAd - Revista Eletrônica de Administração
Escola de Administração | Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Rua Washington Luiz, 855 - Porto Alegre/RS - Brasil | CEP: 90.010-460
Correio eletrônico: ea_read@ufrgs.br