A coordenação de esforços coletivos para enfrentar a pandemia do novo coronavírus: um estudo de caso sobre o hackathon Hack for Brazil | Covid-19

Autores

Palavras-chave:

Covid-19, Hackathon, Redes, Coordenação, Hack for Brazil

Resumo

Este artigo se alinha aos esforços da comunidade acadêmica para lidar com as consequências do Covid-19. O estudo se debruça sobre a iniciativa Hack for Brazil, um hackathon cívico que reuniu mais de mil participantes, para investigar como a coordenação de esforços coletivos é realizada em contextos de grande escala e intenso dinamismo. Alicerçado nos fundamentos da microcoordenação de redes, o artigo analisou cinco construtos: papéis, perfis, envolvimento, interação e alinhamento. Os resultados evidenciaram que a microcoordenação de redes assume uma característica adaptativa e emergente em hackathons de grandes proporções. O intenso dinamismo impede o fortalecimento de vínculos sociais e dificulta a interação e o envolvimento dos participantes. A grande escala amplia a heterogeneidade de perfis e possibilita que papéis de coordenação sejam assumidos organicamente pelos participantes. O alinhamento ocorre no calor das decisões, requerendo a formalização de normas para reforçar a assertividade dos participantes. O estudo também trouxe contribuições às práticas empregadas pelos promotores de hackathons ao destacar os construtos que afetam sua implementação e replicação. Ao final, o estudo aponta janelas de oportunidades para investigações da coordenação de redes em contextos dinâmicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-08-18

Como Citar

Verschoore, J. R. (2020). A coordenação de esforços coletivos para enfrentar a pandemia do novo coronavírus: um estudo de caso sobre o hackathon Hack for Brazil | Covid-19. Revista Eletrônica De Administração, 26(2), 238–264. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/103388

Edição

Seção

Especial: contribuições da administração para superar a crise na pandemia