O princípio da gestão democrática na educação pública e sua efetivação no âmbito do sistema municipal de ensino de Ponta Grossa-PR

Autores

  • Simone de Fátima Flach Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG
  • Kelly Letícia da Silva Sakata Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol32n22016.63863

Palavras-chave:

Sistema Municipal de Ensino, Gestão Democrática, Participação.

Resumo

RESUMO: Este artigo discute a gestão democrática no âmbito do Sistema Municipal de Ensino de Ponta Grossa – PR. Para tanto, ele apresenta algumas discussões a respeito da gestão democrática dos principais marcos legais e normativos brasileiros sobre a temática para, então, analisar sua efetivação no contexto pesquisado, em especial nas decisões do Conselho Municipal de Educação. Este estudo de abordagem quanti-qualitativa e utilizando como referencial teórico para a pesquisa o materialismo histórico e dialético conclui que, embora os pressupostos legais estejam explícitos e amplamente discutidos na academia, sua efetivação está marcada por vinculações políticas e culturais, pois a participação é tutelada pelos interesses governamentais e legitima ações dos gestores públicos, sem, necessariamente, promover um debate realmente democrático.

Palavras-chave: Sistema Municipal de Ensino. Gestão Democrática.  Participação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone de Fátima Flach, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Docente do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Co-editora da Revista Práxis Educativa - UEPG. Vice-coordenadora da Anpae - Paraná.

Kelly Letícia da Silva Sakata, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Graduanda do curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Bolsista de Iniciação Científica – Fundação Araucária.

Referências

BELLONI, I. Educação. In: BITTAR, J. (Org.). Governos estaduais: desafios e avanços: reflexões e relatos de experiências petistas. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2003. p. 230-246.

BORON, A. A. Estado, capitalismo e democracia na América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília. DF: Senado, 1988.

______. Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Seção 1, n. 248, p. 27833-27841.

______. Lei Nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 26 jun. 2014. Seção 1, n. 120-A, edição extra, p. 1-7.

CATANI, A. M.; GUTIERREZ, G. L. Participação e gestão escolar: conceitos e potencialidade. In: FERREIRA: N. S. C. (Org.). Gestão democrática da educação: atuais tendências, novos desafios. São Paulo: Cortez, 1998. p. 59-75.

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006. v. 2.

______. Cadernos do Cárcere. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007. v. 3 .

KOSIK, K. Dialética do Concreto. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

NOGUEIRA, M. A. Um Estado para a sociedade civil: temas éticos e políticos da gestão democrática. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

OLIVEIRA, C. et al. Conselhos Municipais de Educação: um estudo na região metropolitana de Campinas. Campinas, SP: Alínea, 2006.

PONTA GROSSA. Lei Municipal nº 5172, de 24 de novembro de 1995. Cria o Conselho Municipal de Educação – CME e dá outras providências. Disponível em: < https://leismunicipais.com.br/a1/pr/p/ponta-grossa/lei-ordinaria/1995/518/5172/lei-ordinaria-n-5172-1995-cria-o-conselho-municipal-de-educacao-cme-e-da-outras-providencias?q=5172 >. Acesso em: 20 out. 2015.

______. Lei Municipal nº 6917, de 25 de maio de 2002. Altera a redação do parágrafo único do art. 1º da lei nº 5172, de 11/04/95, que criou o Conselho Municipal de Educação - CME. Disponível em: < https://leismunicipais.com.br/a1/pr/p/ponta-grossa/lei-ordinaria/2002/691/6917/lei-ordinaria-n-6917-2002-altera-a-redacao-do-paragrafo-unico-do-art-1-da-lei-n-5172-de-11-04-95-que-criou-o-conselho-municipal-de-educacao-cme >. Acesso em: 20 out. 2015.

______. Lei Municipal nº 7423, de 17 de dezembro de 2003. Promove alterações no Conselho Municipal de Educação – CME. Disponível em: < https://leismunicipais.com.br/a1/pr/p/ponta-grossa/lei-ordinaria/2003/742/7423/lei-ordinaria-n-7423-2003-promove-alteracoes-no-conselho-municipal-de-educacao >. Acesso em: 20 out. 2015.

______. Lei Municipal nº 10593, de 20 de junho de 2011. Dispõe sobre o Conselho Municipal de Educação. Disponível em: < https://leismunicipais.com.br/a1/pr/p/ponta-grossa/lei-ordinaria/2002/691/6917/lei-ordinaria-n-6917-2002-altera-a-redacao-do-paragrafo-unico-do-art-1-da-lei-n-5172-de-11-04-95-que-criou-o-conselho-municipal-de-educacao-cme >. Acesso em: 20 out. 2015.

______. Projeto de Lei Municipal PL nº 202/2015. Dispõe sobre o plano de empregos, carreira e remuneração do Magistério Público Municipal de Ponta Grossa, e dá outras providências. Disponível em : < http://www.cmpg.pr.gov.br/# >. Acesso em: 05 mai.2015.

SEMERARO, G. Tornar-se “dirigente”: o projeto de Gramsci no mundo globalizado. In: COUTINHO, C. N.; TEIXEIRA, A. P. Ler Gramsci, entender a realidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. p. 261-273.

TONET, I. Cidadão ou homem livre. 2007. Disponível em: < http://ivotonet.xpg.uol.com.br/arquivos/cidadao_ou_homem_livre.pdf >. Acesso em: 26 out. 2015.

VERZA, S. B. As políticas públicas de educação no Município. Ijuí: UNIJUÍ, 2000.

Downloads

Publicado

2016-08-21

Como Citar

Flach, S. de F., & Sakata, K. L. da S. (2016). O princípio da gestão democrática na educação pública e sua efetivação no âmbito do sistema municipal de ensino de Ponta Grossa-PR. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 32(2), 549–569. https://doi.org/10.21573/vol32n22016.63863