‘NÃO QUERO SEGUIDORES’: REFLEXÕES CRÍTICAS DE BASE FREIREANA À GESTÃO DEMOCRÁTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol37n22021.113255

Palavras-chave:

Paulo Freire - Gestão Democrática do Ensino Público - materialidade

Resumo

O texto reflete acerca da materialidade da Gestão Democrática do Ensino Público, a partir do pensamento de Paulo Freire.  O texto ancora-se em uma metodologia analítico-reconstrutiva, tendo como espaço empírico os artigos publicados nos Anais dos Simpósios Brasileiros de Política e Administração da Educação, de 2009 a 2019, constituindo um corpus de 473 artigos, donde é possível indicar compreensões sobre a materialidade da Gestão Democrática a partir de três perspectivas: os empecilhos, os indicadores e os princípios.  Em diálogo com parte da obra de Paulo Freire, conclui-se que os empecilhos, indicadores e princípios são relacionados e complementares, amparando uma materialidade para a Gestão Democrática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosimar Serena Siqueira Esquinsani, Universidade de Passo Fundo

Rosimar Serena Siqueira Esquinsani
Universidade de Passo Fundo.  Faculdade de Educação.  Programa de Pós-Graduação em Educação / PPGEdu.Passo Fundo, RS, Brasil E-mail: rosimaresquinsani@upf.br
Lattes: http://lattes.cnpq.br/9661213429808142
ORCID: http://orcid.org/0000-0002-6918-2899

Referências

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei nº 12.612, de 13 de abril de 2012. Declara o educador Paulo Freire Patrono da Educação Brasileira. Brasília, 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12612.htm>

CHARLOT, Bernard. A pesquisa educacional entre conhecimentos, políticas e práticas: especificidades e desafios de uma área de saber. Revista Brasileira de Educação, v. 11, n. 31 jan./abr. 2006.

ESQUINSANI, Rosimar Serena Siqueira. Indicadores e interpretações: relações entre gestão democrática e políticas educacionais. Educação e Cultura Contemporânea, v. 16, p. 154-173, 2019.

ESTEBAN, Maria Paz Sandín. Pesquisa Qualitativa em Educação: fundamentos e tradições. Porto Alegre: Mc Graw Hill, 2010.

FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação – uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. 4. ed. São Paulo: Moraes, 1980. 102 p.

FREIRE, Paulo. Sobre Educação: diálogos (Paulo Freire e Sérgio Guimarães) – Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1982a, 132p.

FREIRE, Paulo. Educação: o sonho possível. In. BRANDÃO, C. R. (org.) O educador: vida e morte. Rio de Janeiro: Graal, 1982b. p. 89-101.

FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. 9 edição. Rio de Janeiro; Paz e Terra. 1983.

FREIRE, Paulo; BETTO, Frei. Essa escola chamada vida: depoimentos ao repórter Ricardo Kotscho. São Paulo, Ática, 1985, 95p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido: saberes necessários à prática educativa. 17. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1987. 184p.

FREIRE, Paulo. A Educação na Cidade. São Paulo: Cortez, 1991. 144 p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. 146 p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade. 9. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

FREIRE, Paulo. Política e educação: ensaios. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2001b. (Coleção Questões da Nossa Época, v. 23). 57 p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 32. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

FREIRE, Paulo. HORTON, Myles; O caminho se faz caminhando: sobre educação e mudança social. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2003. 229 p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à pratica educativa. 34 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 31. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008. 158 p.

LIMA, Licínio C. A gestão democrática das escolas: do autogoverno à ascensão de uma pós-democracia gestionária? Educação e Sociedade., Campinas, v. 35, nº. 129, p. 1067-1083, out.-dez., 2014

MARQUES, Luciana Rosa. Repercussões da nova gestão pública na gestão da educação: um estudo da rede estadual de Goiás. Educar em Revista. Curitiba, v. 36, e69772, 2020.

SOUZA, Ângelo Ricardo. A política educacional e seus objetos de estudo. Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa. v. 1, n. 1, pp. 75-89, 2016

Downloads

Publicado

2021-08-31

Como Citar

Esquinsani, R. S. S. (2021). ‘NÃO QUERO SEGUIDORES’: REFLEXÕES CRÍTICAS DE BASE FREIREANA À GESTÃO DEMOCRÁTICA. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 37(2), 851–866. https://doi.org/10.21573/vol37n22021.113255

Edição

Seção

Paulo Freire e a gestão educacional