Gestão democrática escolar à luz das ideias de Michel de Certeau

Benedito José de Queiroz, Arilene Maria Soares de Medeiros

Resumo


Este artigo analisa como se materializa a gestão democrática no cotidiano de duas escolas públicas estaduais na cidade de Frutuoso Gomes-RN, à luz do aporte teórico de Michel de Certeau (2014). Pauta-se na abordagem qualitativa, com a utilização de observações diretas e registros no diário de pesquisa, conforme orienta Barbosa (2010). As práticas cotidianas revelam a verticalidade das relações e pouca participação nas deliberações tomadas nas escolas. Os embates nos processos de participação e decisão coletiva parecem assustar os sujeitos que praticam e articulam a gestão escolar.


Palavras-chave


Gestão democrática, Escola pública, Cotidiano.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Nilda. Decifrando o pergaminho: o cotidiano das escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa; ALVES, Nilda (org.). Pesquisa no/do cotidiano das escolas: sobre redes de saberes. Rio de Janeiro: DP& A, 2001. p. 13-38.

ATLAS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO NO BRASIL. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_m/frutuoso-gomes_rn. Acesso em: 16 maio 2015.

BARBOSA, Joaquim Gonçalves; HESS, Remi. O diário de Pesquisa: o estudante universitário e seu processo formativo. Brasília: Liberlivro, 2010.

BASTOS, João Baptista. Gestão democrática da educação: as práticas administrativas compartilhadas. In: BASTOS, João Baptista (org.). Gestão democrática. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A/SEPE, 2001. p. 7-30.

BASTOS, João Baptista. Gestão democrática e pensamento liminar. In: FREIRE, Wendel. Gestão democrática: reflexões e práticas do/no cotidiano escolar. Rio de Janeiro: Wak, 2009. p. 143-162.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas, 2004.

BRASIL. Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. LDB: Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 2. ed. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2001.

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Tradução de Ephaim Ferreira Alves. 22. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

FERRAÇO, Carlos Eduardo. Ensaio de uma metodologia efêmera, ou sobre as várias maneiras de sentir e inventar o cotidiano escolar. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa; ALVES, Nilda (org.). Pesquisa no/do cotidiano das escolas: sobre redes de saberes. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. p. 91-107.

FERRAÇO, Carlos Eduardo. Pesquisa com o cotidiano. Educação e Sociedade, São Paulo, v. 28, n. 98, p. 73-95, jan./abr. 2007.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo 2010: Atlas Digital Brasil. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/. Acesso em: 16 maio 2015.

LÜCK, Heloisa. A gestão participativa na escola. Petrópolis: Vozes, 2011. v. III.

MAIA, Benjamin Perez; COSTA, Margarete Terezinha. Os desafios e as superações na construção coletiva do projeto político-pedagógico. Curitiba: InterSaberes, 2013.

MEDEIROS, Arilene Maria Soares. Administração educacional e racionalidade: o desafio pedagógico. Ijuí: Unijuí, 2007.

OLIVEIRA, Inês Barbosa. Certeau e as artes de fazer: as noções de uso, tática e trajetórias na pesquisa em educação. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa; ALVES, Nilda (org.). Pesquisa no/do cotidiano das escolas: sobre redes de saberes. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. p. 39-54.

OLIVEIRA, Inês Barbosa (org.). A democracia no cotidiano da escola. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A/SEPE, 2005.

PARO, Vitor Henrique. Gestão democrática da escola pública. 3. ed. São Paulo: Ática, 2000.

PARO, Vitor Henrique. Gestão escolar, democracia e qualidade do ensino. São Paulo: Ática, 2007.

RIBEIRO, Mayra Rodrigues Fernandes. A sala de aula no contexto da cibercultura: formação docente e discente em atos de currículo. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015

SANTOS, Boaventura de Sousa. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social. Tradução de Mouzar Benedito. São Paulo: Boitempo, 2007.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol37n12021.104089

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573