De Paisagens Escritas e Paisagens Pintadas: vínculos conceituais entre a pintura de Hipólito Caron e o romance Inocência de Alfredo Taunay

Ana Carla de Brito

Resumo


Neste artigo esboçaremos alguns vínculos conceituais entre palavra e imagem, que se evidenciam em uma obra literária de Alfredo Taunay e na produção pictórica de Hipólito Caron. Evidenciamos tais ligações recuperando um antigo paralelo entre a pintura e a literatura, cuja origem remonta à doutrina ut pictura poesis de Horácio no século I, que coloca a poesia em relação à pintura. Em seguida, demonstramos que o paralelo das artes está implicado na criação das Academias de Belas Artes e na valorização do desenho mediante a noção de desígnio no Renascimento. Por último, chegamos à discussão quanto à verossimilhança no romance e na pintura do século XIX, ligando-a diretamente às características do romance de Taunay e às pinturas de Caron.

Palavras-chave: Pintura de Paisagem. Hipólito Caron. Narrativa. Alfredo Taunay. Paralelo das Artes.


Texto completo:

PDF

Referências


ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

CÂNDIDO, Antônio. Formação da literatura brasileira: movimentos decisivos 1750-1880. 14. ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2013.

CARDOSO, Rafael. A Arte Brasileira em 25 Quadros (1790-1930). Rio de Janeiro: Record, 2008.

CAVALCANTI, Ana M. T. A pintura de paisagem ao ar livre e o anseio por modernidade no meio artístico carioca no final do século XIX. In: Cadernos da Pós-Graduação do Instituto de Artes/ Unicamp. Ano 6, v.6, n.1, 2002, p.28-34.

CHIARELLI, Tadeu. Gonzaga-Duque: a moldura e o quadro da arte brasileira. In DUQUE, Gonzaga. A arte brasileira. Campinas: Mercado de Letras, 1995.

DAZZI, Camila; VALLE, Arthur. 'As bellezas naturaes do nosso paiz': o lugar da paisagem na arte brasileira, do Império à República. Concinnitas (Rio de Janeiro. Impresso), v. 1, p. 120-133, 2009.

DUQUE, Gonzaga. A arte brasileira. Campinas: Mercado de Letras, 1995.

FILÓSTRATO. Amor e outras imagens. Trad. Rosângela Amato. São Paulo: Hedra, 2012.

LICHTENSTEIN, Jacqueline. A pintura: textos essenciais. São Paulo: Ed. 34, 2005.

MELLO, Celina M. M. de. A literatura francesa e a pintura – ensaios críticos. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2004.

MORETTI. O século sério in A cultura do Romance. Cosac Naify.

POLÊMICA sobre A Confederação dos Tamoios In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em:. Acesso em: 04 de Jun. 2017.

SCHWARCZ, Lilia M. O sol do Brasil: Nicolas-Antoine Taunay e as desventuras dos artistas franceses na corte de D. João. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

SCOTT, Walter. Marmion. Livros disponível em

TAUNAY, Alfredo d’Escragnolle. Inocência. Livro disponível em:




DOI: https://doi.org/10.22456/2596-0911.92280

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

ISSN 2596-0911

 

Contato: revistaphilia@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Avenida Paulo Gama, 110

Bairro Farroupilha, Porto Alegre, RS

CEP 90040-060

 

INDEXADORES | INDEXING