Cinco ensaios de The Philosophy of Style, de Herbert Spencer

Thaís Fernandes dos Santos

Resumo


Herbert Spencer (1820-1903) foi um proeminente escritor e um dos maiores intelectuais europeus do movimento positivista do século XIX. Filósofo, sociólogo, biólogo, educador e cientista, fortemente influenciado pela teoria da evolução de Charles Darwin, foi também autor de prolíficas obras filosóficas e educativas, como Os Princípios da Sociologia, A Educação Intelectual, Moral e Física. Do livro intitulado The Philosophy of Style, publicado originalmente na Inglaterra, em 1852, apresenta-se as traduções de seis ensaios filosófico-literários ao português brasileiro, nos quais Spencer discorreu sobre a aplicação da economia às palavras, ao texto literário e traços peculiares da linguagem estética.

Palavras-chave: Herbert Spencer. Filosofia. Linguagem. Estilo.


Texto completo:

PDF

Referências


BAKER, M. In other words. London: Routledge, 1992.

DESCARTES, René. Discurso sobre o método. Petrópolis: Editora Vozes, 2008.

Dicionário Houaiss: sinônimos e antônimos. (Antônio Houaiss, Mauro de Salles Villar, Francisco Manoel de Mello Franco). Instituto Antônio Houaiss de Lexicografia. Rio de Janeiro: Publifolha, 2008.

HOUAISS, Antônio; VILLAR, Mauro de Salles. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

HUME, David. An Enquiry concerning Human Understanding. New York: Oxford University Press, 1999.

LOCKE, John. Ensaio sobre o entendimento humano. Trad. Eduardo Abranches de Soveral. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1999.

MENÉNDEZ, Marina N. El concepto de equivalencia. In: CAGNOLATI, Beatriz E. (Comp.). La traductología: miradas para comprender su complejidad. La Cad. Trad., Florianópolis, nº 34, p. 229-247, jul./dez. 2014 247 Plata: Universidad Nacional de La Plata / Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, 2012. p. 117-187.

Palmer, F. R. (1976, 1981) Semantics, Cambridge: Cambridge University Press.

PONTES, VALDECY OLIVEIRA; FRANCIS, MARIANA. A noção de equivalência para os estudos da tradução, lexicografia e sociolinguística variacionista. Cadernos de Tradução, v. 2, p. 229-247, 2014.

REZENDE, Wagner Silveira. A retórica como saber sujeitado. Plural, Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da USP, São Paulo, v.18.2, pp. 53-81, 2012.

SHUTTLEWORTH, M; MOIRA; C. Dictionary of Translation Studies. London: St. Jerome Publications, 1997.

SPENCER, Herbert. The Philosophy of Style. In Project Gutenberg EBook. Release Date: March 20, 2009 [EBook #5849]. Disponível em . Acesso em 04 janeiro. 2019.

_____________. Essays on education and kindred subjects. London Dent New York Dutton, 1963.

_____________. The study of sociology. Introd. by Talcott Parsons. [Ann Arbor] University of Michigan Press, 1961.

WEBB, R. K., 1978 (1969), Modern England. From the 18th Century to the Present, George Allen & Unwin, London.




DOI: https://doi.org/10.22456/2596-0911.91701

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

ISSN 2596-0911

 

Contato: revistaphilia@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Avenida Paulo Gama, 110

Bairro Farroupilha, Porto Alegre, RS

CEP 90040-060

 

INDEXADORES | INDEXING