Por um mundo comum | In defense of a common world

Jean Wyllys

Resumo


'Por um mundo comum' é um ensaio ao mesmo tempo convidativo e provocativo. À luz da intertextualidade, onde imagem e discurso cooperam heuristicamente, Jean Wyllys promove uma conversa entre seus recentes desenhos e montagens e suas reflexões sobre a política. A noção de mundo comum, ou de comum, aparece em sua reflexão como a invenção central da política, ao retomar, por exemplo, o pensamento de Arendt e sua noção de inter homines esse [estar entre os humanos] como um trabalho de constante fundação do lugar/coisa pública. Suas pesquisas recentes sobre as fake news, mobilizadas nos últimos anos sobretudo por uma guinada radical à direita do status quo conservador e neoliberal e que atacam perversamente políticos da esquerda brasileira, procuram sugerir de que modo essa nova estratégia de construção ideológica auxiliada pela tecnologia operam, ao nível humano, uma descaracterização da própria capacidade de distinção e pensamento – algo que reserva, nesse sentido, também relações com a noção arendtiana de banalidade do mal.


Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, Hannah. Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal. São Paulo: Ed. Companhia das Letras, 1999;

ARENDT, Hannah. O que é política?. Rio de Janeiro: Ed. Bertrand Brasil, 1999;

ARENDT, Hannah. Da Revolução. Brasília: UNB; São Paulo: Ed. Ática, 1990;

ARENDT, Hannah. Sobre a Violência. Rio de Janeiro: Ed. Relume-Dumará, 1994;

ARENDT, Hannah. Verdad y mentira en la política. Barcelona: Página Indômita, 2020.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: a vontade de saber; História da sexualidade 2: o uso dos prazeres; História da sexualidade 3: o cuidado de si. Translated by Maria Thereza da Costa Albuquerque. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1999.

FOUCAULT, Michel. Subjetividad y verdad. Madrid: Akal, 2020.

SLOTERDIJK, Peter. Las epidemias politicas. Buenos Aires: Godot, 2020.

PLATÃO. O Fedro. https://www.filosofia.org/cla/pla/img/azf02257.pdf

TEITELBAUM, Benjamin. Guerra pela eternidade. São Paulo: UNICAMP, 2020.

GIRARD, René. Literatura, mimesis y antropologia. Madri: Editora Gedisa, 2006.




DOI: https://doi.org/10.22456/2596-0911.112900

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

ISSN 2596-0911

 

Contato: revistaphilia@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Avenida Paulo Gama, 110

Bairro Farroupilha, Porto Alegre, RS

CEP 90040-060

 

INDEXADORES | INDEXING