“Racismo virulento” na capital do Império | “Virulent racism” in the Empire’s capital

Felipe Rodrigues Alfonso

Resumo


Trata-se de uma resenha do livro História e descrição da febre amarela epidêmica que grassou no Rio de Janeiro em 1850, de José Pereira Rego, publicado pela Chão Editora (SP) em 2020. ISBN: 978-65-990122-4-2.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Silvio Luiz de. Racismo estrutural. São Paulo: Sueli Carneiro; Pólen, 2019.

CHALHOUB, Sidney. Cidade febril: cortiços e epidemias na Corte imperial. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.




DOI: https://doi.org/10.22456/2596-0911.112895

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

ISSN 2596-0911

 

Contato: revistaphilia@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Avenida Paulo Gama, 110

Bairro Farroupilha, Porto Alegre, RS

CEP 90040-060

 

INDEXADORES | INDEXING