Simone de Beauvoir e a dimensão metafísica da existência: uma análise de 'A convidada' | Simone de Beauvoir and the metaphysical dimension of existence: an analysis of 'She came to stay'

Josiana Barbosa Andrade

Resumo


A convidada [1943], longe de ser uma aplicação de ideias abstratas, foi um dos romances que inaugurou o que Merleau-Ponty nomeou de “romance metafísico”. Não há nele uma perspectiva, mas perspectivas; uma consciência ubíqua que conduz o drama, mas consciências situadas no espaço, no tempo e na história. À vista disso, buscaremos mostrar, ao longo deste estudo, o que caracteriza a dimensão metafísica da existência que constitui o romance de Simone de Beauvoir, por meio da hipótese de que essa dimensão é o que o define, essencialmente. Para isso, utilizaremos tanto as observações da filósofa, elaboradas em sua autobiografia e alguns de seus ensaios, quanto a análise de Merleau-Ponty a respeito do tema.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Josiana. Moral beauvoiriana qua método: por um retorno a Simone de Beauvoir. Seara filósofica, n. 21, p. 105-124, 2020.

BARNES, Hazel E. The literature of possibility: A study in humanistic existentialism. London: Tavistock, 1961.

BERGOFFEN, Debra. The philosophy of Simone de Beauvoir: Gendered Phenomenologies, Erotic Generosities. Albany: State University of New York Press, 1997.

DE BEAUVOIR, Simone. A convidada. Trad. Vítor Ramos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

DE BEAUVOIR, Simone. A força da idade. Trad. Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2018.

DE BEAUVOIR, Simone. Literatura e metafísica. In: DE BEAUVOIR, Simone. O existencialismo e a sabedoria das nações. Trad. Manuel de Lima e Bruno da Ponte. Lisboa: Minotauro, 1967.

DE BEAUVOIR, Simone.Idealismo moral e realismo político. In: DE BEAUVOIR, Simone. O existencialismo e a sabedoria das nações. Trad. Manuel de Lima e Bruno da Ponte. Lisboa: Minotauro, 1967.

DE BEAUVOIR, Simone. Uma existencialista observa os americanos. In: DE BEAUVOIR, Simone. Brigitte Bardot e a síndrome de Lolita & outros ensaios. Trad. Magda Guadalupe dos Santos e Paulo Sartori. Belo Horizonte: Editoras Associadas, 2018.

DE BEAUVOIR, Simone. ¿Qué es el existencialismo?. In: DE BEAVOIR, Simone. Fragmentos existencislistas y otros textos. Trad. Leandro Sánchez Marín. Medellín: Ennegativo Ediciones, 2019.

DE BEAUVOIR, Simone. Os mandarins. Trad. Hélio de Souza. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2017.

DE BEAUVOIR, Simone. Que peut la littérature? In: LECARME-TABONE, Éliane; JEANNELLE, Jean-Louis. L’Herne Beauvoir. Paris: Éditions de L’Herne, 2012.

DE BEAUVOIR, Simone. Viejos e nuevos héroes. In: DE BEAUVOIR, Simone. Escritos políticos y filosóficos. Trad. Leandro Sánchez Marín. Medellín: Ennegativo ediciones, 2019.

DE BEAUVOIR, Simone. Mi experiencia como escritora. In DE BEAUVOIR, Simone. Fragmentos existencialistas y otros textos. Trad. Leandro Sánchez Marín. Medellín: Ennegativo ediciones, 2019.

DE BEAUVOIR, Simone. Cahiers de jeunesse. Paris: Gallimard, 2008.

FULLBROOK, Kate; FULLBROOK, Edward. Simone de Beauvoir: A critical introduction. Malden: Polity Press, 1998.

FULLBROOK, Edward. She came to stay and Being and Nothingness. In: SIMONS, Margaret. The philosophy of Simone de Beauvoir: critical essays. Bloomington: Indiana University Press, 2006.

HEINÄMAA, Sara. Toward a phenomenology of sexual difference: Husserl, Merleau-Ponty, Beauvoir. [S/I]l: Rowman & Littlefield Publishers, 2003.

HUSSERL, Edmund. Europa: crise e renovação. Trad. Pedro M. S. Alves e Carlos Aurélio Morujão. Rio de Janeiro: Forense universitária, 2014.

LE BON DE BEAUVOIR. Foreword to the Beauvoir Series. In: DE BEAUVOIR, Simone. Philosophical writings. Chicago: University of Illinois Press, 2006.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Le roman et la méthafisique. In: MERLEAU-PONTY, Maurice. Sens et non-sens. Paris: Les Éditions Nagel, 1966.

MERLEAU-PONTY, Maurice. “O metafísico no homem”. In: MERLEAU-PONTY, Maurice. Os pensadores. Trad. Marilena Chauí. São Paulo: Abril cultural, 1975.

SARTRE, Jean-Paul. Diário de uma guerra estranha. Trad. Aulyde Soares Rodrigues. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1983.

SIMONS, Margaret. Beauvoir e Sartre: a questão de influência (1981). Trad. Paulo Sartori. Sapere Aude, Belo Horizonte, v. 03, n. 02, p. 340-345, 2012.

SIMONS, Margaret. The Beginnings of Beauvoir's Existential Phenomenology. In: O’BRIEN, Wendy; EMBREE, Lester. The Existential Phenomenology of Simone de Beauvoir. Boston: Kluwer Academic Publishers, 2001.

SIMONS, Margaret; BENJAMIN, Jessica. Simone de Beauvoir: An interview. Feminist Studies, Michigan, v. 05, n. 02, p. 330–345, 1979.

Souza, Thana. Sartre e a Literatura engajada. São Paulo: Edusp, 2008.

TEIXEIRA, Pedro Rhavel. Literatura e metafísica na filosofia de Simone de Beauvoir. Sapere aude, [S.I.], v. 08, n. 16, p. 508-521, 2017.




DOI: https://doi.org/10.22456/2596-0911.110225

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

ISSN 2596-0911

 

Contato: revistaphilia@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Avenida Paulo Gama, 110

Bairro Farroupilha, Porto Alegre, RS

CEP 90040-060

 

INDEXADORES | INDEXING