Pensando as figurações feministas e o devir-mulher a partir da arte

Jacqueline Amadio de Abreu, Roberta Stubs

Resumo


Este artigo tem como objetivo pensar as figurações feministas e o devir-mulher a partir da arte para refletir sobre subjetividades inventivas. Em seu conteúdo, aborda-se o contexto do lugar da mulher na arte, desde o apagamento das mulheres até a reapropriação desse espaço pelos movimentos feministas. Para refletir sobre a arte, são apresentados os conceitos de devir e de figuração, bem como artistas que dialogam com esses conceitos. Sob o aporte teórico feminista, o trabalho aponta a arte como um meio de resistência na produção de novas narrativas pelas figurações, além de um estado de devir como resistência, desconstrução e reconstrução, e um modo de viver mais libertário por parte das mulheres.

Palavras-chave: Estética feminista. Arte. Devir-mulher. Subjetivação.

 

Abstract

This article aims to think over the feminist figurations and the becoming-woman through art, in order to reflect on inventive subjectivities. In its content, women's place in art's context is addressed, from their erasure until their reappropriation by feminist movements. The concepts of becoming and figurations are presented to think over art, as well as artists that dialogue with those concepts. Under the feminist theoretical contribution, the present work features art as a way of resistance in the production of new narratives through figurations, while also recognizing the state of becoming as a means of resistance, a deconstruction and reconstruction process, and ultimately a more liberating way of life by women.

Keywords: Feminist Aesthetics. Art. Becoming-woman. Subjectification.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Flávia Leme de. Mulheres recipientes: recortes poéticos do universo feminino nas artes visuais. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

BRAIDOTTI, Rosi. Diferença, diversidade e subjetividade nômade. Revista Labrys – estudos feministas, Brasília, n. 1-2, p. 1-15, dez. 2002.

BRANCO, Guilherme Castelo. Anti-individualismo, vida artista: uma análise não-fascista de Michel Foucault. In: VEIGA-NETO, Alfredo; RAGO, Margareth (Orgs.). Para uma vida não-facista. Belo-Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

CATTANI, Icleia Borsa. Icleia Cattani. Rio de Janeiro: FUNARTE, 2004.

CHICAGO, Judy. A mulher como artista (1971). In: PEDROSA, Adriano; MESQUITA, André (Orgs.). História da sexualidade: antologia. São Paulo: MASP, 2018.

DANTO, Arthur Coleman. Após o fim da arte: a arte contemporânea e os limites da história. Tradução de Saulo Krieger. São Paulo: Odysseus Editora, 2006.

HAINOSZ, Ana Gabriela Portelinha. Da representação para a auto apresentação das mulheres nas artes visuais. 2018. 64f. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em Artes Visuais) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, PR, 2018.

KRAHEI, Inês Bueno; MATOS, Sônia Regina da Luz. Devir-mulher como diferença. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO (CINFE), 5., 2010, Caxias do Sul. Anais... Caxias do Sul, 2010. Disponível em: https://www.ucs.br/ucs/eventos/cinfe/artigos/arquivos/eixo_tematico3/Devir-mulher%20como%20diferenca.pdfhttps://www.ucs.br/ucs/eventos/cinfe/artigos/artigos. Acesso em: 31 out. 2019.

LAURENTIIS, Gabriela de. Fazer e desfazer formas: as imagens do feminino na arte de Louise Bourgeois. In: RAGO, Margareth; MURGEL, Ana Carolina Arruda de Toledo (Orgs.). Paisagens e tramas: o gênero entre a história e a arte. São Paulo: Intermeios, 2013.

MATTER, Janaina. Com água te conforto. In: MATTER, Janaina. Mulher como você se chama? Paraná: Súbita Companhia de Teatro, 2019.

NOCHLIN, Linda. Por que não houve grandes mulheres artistas? Tradução de Juliana Vacaro. São Paulo: Edições Aurora, 2016.

PRIORI, Claudia. Mulheres e a pintura paranaense: relação entre arte e gênero. História: Questões & Debates, Curitiba, v. 65, n.1, p. 359-384, jan./jul. 2017.

RAGO, Margareth. Feminismo e subjetividade em tempos pós-modernos. In: COSTA, Claudia Lima; SCHMIDT, Simone Pereira (Orgs.). Poéticas e Políticas Feministas. Florianópolis: Editora das Mulheres, 2004.

ROLNIK, Suely. Arquivo para uma obra acontecimento. São Paulo: SESC SP, 2011.

ROLNIK, Suely. Uma insólita viagem à subjetividade: fronteiras com a ética e a cultura. 1997. Disponível em: http://www.caosmose.net/suelyrolnik/pdf/sujeticabourdieu.pdf. Acesso em: 26 abr. 2019.

SANTINI, Rose Marie; CAMELIER, Joana. Devir mulher, sexualidade e subjetividade: aproximações entre Deleuze & Guattari e Pierre Bourdieu sobre a construção social dos corpos. Revista Ártemis, v. 19, p. 101-108, jan./jul. 2015.

SILVA, Rosane Neves da. A dobra deleuziana: o mundo como potência de invenção. In: FONSECA, Tania Mara Galli; ENGELMAN, Selda (Orgs.). Corpo, Arte e Clínica. Porto Alegre: UFRGS, 2004.

STUBS, Roberta. A/r/tografia de um corpo-experiência: arte

contemporânea, feminismos e produção de subjetividade. 2015. 276f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Assis, SP, 2015.

STUBS, Roberta. Devires de um corpo experiência. Curitiba: Appris, 2019.

TVARDOVSKAS, Luana Saturnino. Dramatização dos corpos: arte contemporânea e crítica feminista no Brasil e Argentina. São Paulo: Intermeios, 2015.

TVARDOVSKAS, Luana Saturnino. Fabulações de si na arte contemporânea: Ana Miguel, Rosana Paulino e Cristina Salgado. In: RAGO, Margareth; MURGEL, Ana Carolina Arruda de Toledo (Orgs.). Paisagens e tramas: o gênero entre a história e a arte. São Paulo: Intermeios, 2013.

TVARDOVSKAS, Luana Saturnino. Figurações feministas na arte contemporânea: Márcia X., Fernanda Magalhães e Rosângela Rennó. 2008. 220f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP.




DOI: https://doi.org/10.22456/2596-0911.103978

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

ISSN 2596-0911

 

Contato: revistaphilia@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Avenida Paulo Gama, 110

Bairro Farroupilha, Porto Alegre, RS

CEP 90040-060

 

INDEXADORES | INDEXING