A incompreensão de Bacurau

Natália Acurcio Cardoso

Resumo


Trata-se de uma crítica de Bacurau, que busca refletir sobre uma pergunta que se repete no filme por diferentes personagens, e como há algo oculto ou que escapa ao sujeito que realiza a questão que talvez seja uma forma de compreender os conflitos que aparecem na obra.

 

 


Texto completo:

PDF

Referências


BACURAU. Direção de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. São Paulo: Vitrine Filmes, 2019. 132 minutos.

BAUDRILLARD, Jean. Simulacro e simulação. Tradução de Maria João da Costa Pereira. Lisboa: Relógio d´água, 1991.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. Tradução de Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 1999.




DOI: https://doi.org/10.22456/2596-0911.100298

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

ISSN 2596-0911

 

Contato: revistaphilia@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Avenida Paulo Gama, 110

Bairro Farroupilha, Porto Alegre, RS

CEP 90040-060

 

INDEXADORES | INDEXING