O papel da publicidade social no enfrentamento da vulnerabilidade sociocultural. Panorama e reflexões sobre o caso espanhol

Jorge Grau Rebollo

Resumo


O objetivo deste artigo é refletir, a partir da revisão de literatura internacional relevante sobre o assunto, sobre o papel que a mídia e a publicidade social podem desempenhar na cobertura e no tratamento de situações de vulnerabilidade social, com especial atenção ao caso Espanhol, um dos países europeus mais atingidos pela crise global desencadeada nos Estados Unidos em 2008. Como resultado desta revisão de discursos de especialistas, resumem-se: (a) alguns níveis que frequentemente aparecem como nós centrais da conexão entre publicidade e vulnerabilidade; (b) a delimitação de grupos e coletivos que são particularmente suscetíveis, devido à sua frágil condição, de se tornar um objeto de representação, e (c) algumas áreas de confluência comum no enquadramento do problema. Por conseguinte, a atenção é direcionada para as estratégias narrativas no desenvolvimento de campanhas de conscientização sobre pobreza e vulnerabilidade, combinando informação estatística com a relevância das formas de representação dos sujeitos violados, e recorrendo a dois exemplos concretos de spots publicitários elaborados para este tipo de campanhas na Espanha. Entre as conclusões mais relevantes do texto, destacam-se as recorrências representacionais de determinados grupos, a importância de trabalhar com uma linguagem audiovisual muito cuidadosa, a preferência por focar a atenção narrativa em situações de alto impacto emocional ou o potencial transformador que pode englobar o meio publicitário em ambientes de vulnerabilidade social. Finalmente, áreas relevantes são definidas para serem abordadas em etapas futuras de pesquisa.


Palavras-chave


Publicidade. Vulnerabilidade social. Estratégias narrativas. Espanha. Linguagem audiovisual.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583202049.18-40



 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)