Utopia no fim do homem soviético

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583201944.236-254

Palavras-chave:

Fim do socialismo. Utopia. Relatos comuns. Jornalismo literário.

Resumo

A proposta deste estudo é de uma análise da utopia na obra O fim do homem soviético. No artigo, são apresentadas distintas recomendações sobre o livro da escritora e jornalista Svetlana Aleksiévich, relacionando-o, principalmente, com aspectos do jornalismo literário. Escrito a partir de relatos e depoimentos de pessoas comuns, o trabalho da autora é analisado por meio de falas cotidianas que abordam o fim do socialismo na União Soviética. A autora busca a percepção da grande narrativa sobre a construção socialista na visão das pessoas ordinárias, afetadas diretamente por esse período. Seis categorias de análise são definidas e excertos da obra, considerados mais representativos, são destacados na análise dos autores.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ercio do Carmo Sena Cardoso, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Doutor em Letras pela PUC Minas e Mestre em Comunicação pela UFMG. Professor do Departamento de Comunicação Social da PUC Minas. Coordenador do curso de Jornalismo da mesma instituição. 

José Milton Santos, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Mestre em Comunicação Social pela PUC Minas. Professor do Departamento de Comunicação Social da PUC Minas.

Downloads

Publicado

2019-01-01

Como Citar

Sena Cardoso, E. do C., e J. M. Santos. “Utopia No Fim Do Homem soviético”. Intexto, nº 44, janeiro de 2019, p. 236-54, doi:10.19132/1807-8583201944.236-254.

Edição

Seção

Artigos