No total, menos: a simplicidade como opção narrativa

Elizabeth Bastos Duarte

Resumo


O presente trabalho propõe-se a desenvolver uma reflexão sobre a alternância que vem sendo adotada pela Rede Globo de Televisão quanto ao modo de estruturação narrativa/ conformação expressiva de suas telenovelas, bastante complexo e denso na maioria desses textos, mas que, em momentos de queda significativa de audiência, recorre a um modelo estrutural mais tradicional semelhante ao dos contos populares. Tomando como referência a telenovela Totalmente demais, examina, na sequência, as principais características das tramas, cuja narrativa adota uma forma de organização mais simples e linear e verifica que espaços dispõe para o exercício da criatividade e inovação, contrapondo-as ao atual modelo dominante.

Palavras-chave


Ficção televisual. Telenovelas. Contos maravilhosos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201637.313-328



 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)