A vozibilidade e a emergência de um sujeito midiático no The Voice Brasil: o caso Deena Love

Henrique Codato, Leonardo Gomes Pereira

Resumo


O artigo busca refletir sobre o programa The Voice Brasil 3, analisando um de seus candidatos, Pedro Novas/Deena Love, em sua figura ambígua – o que serve de modelo para pensarmos na própria estrutura do programa: que permite, condiciona e é dependente de corpo e voz do candidato em performance. Assim, defende-se que tal estrutura possibilita a emergência de um sujeito midiático por um processo que aqui chamamos vozibilidade, tensionando as complexas relações entre imagem, voz e corpo nessa dinâmica televisiva. 


Palavras-chave


Televisão. Narrativa midiática. Reality show. Sujeito Midiático. Vozibilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201738.80-97



 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)