Como uma Deusa: considerações acerca da representação da mulher negra nas HQs de superaventura

Lucas do Carmo Dalbeto, Ana Paula Oliveira

Resumo


Este trabalho visa analisar a representação da mulher negra americana nas Histórias em Quadrinhos por meio de uma abordagem que resgata o contexto histórico e sociocultural de produção e divulgação destas narrativas. Toma-se por objeto de estudo a personagem Tempestade, do título X-Men. Por meio de sua trajetória, são traçados alguns paralelos que corroboram e questionam o papel social naturalizado a estas mulheres. Os resultados obtidos levam a crer que, através da análise de bens culturais voltados ao entretenimento, é possível traçar considerações acerca das relações entre gênero e etnia na sociedade ocidental contemporânea.


Palavras-chave


História em Quadrinhos. Personagens negros. Feminismo. Cultura da mídia. Marvel.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201635.97-118



 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)