O Twitter como ferramenta para o jornalista esportivo: o caso da TV Esporte Interativo

Lírian Sifuentes, Fernanda Moro

Resumo


Este artigo investiga as contribuições do Twitter como ferramenta para o trabalho dos jornalistas esportivos de televisão. A pesquisa tem como ponto de partida a análise das participações do jornalista Rafael Oliveira, comentarista da TV Esporte Interativo, nas transmissões do canal e no Twitter concomitantemente. Informações de outros três jornalistas do mesmo canal de televisão são usados para complementar os dados e embasar os resultados. Por meio do estudo, percebe-se que a ferramenta, para o jornalista esportivo, é de vasta relevância na difusão de conteúdo e promoção de debate com o público que acompanha o mundo dos esportes. Embora o momento atual seja de crise para o Twitter, que registra queda em relação ao número de adeptos/usuários comuns, o cenário em relação ao uso da ferramenta por jornalistas não parece viver uma queda. O Twitter não perde sua função para o jornalismo e, principalmente, para os jornalistas.

Palavras-chave


Twitter. Webjornalismo. Jornalismo esportivo.

Texto completo:

PDF




 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)