Fronteiras culturais no filme El hombre de al lado

Pâmela Caroline Stocker

Resumo


A partir da observação de pesquisas sobre as fronteiras culturais, este artigo analisa a construção e representação destas fronteiras no filme argentino El hombre de al lado (2009). O objetivo é analisar e refletir sobre as duas sequências que retratam situações de fronteira entre os personagens principais: o primeiro encontro entre eles e a festa na qual um deles aparece sem ser convidado. As ações, interações e representações serão observadas a partir de uma dupla relação: dos personagens entre si e com o contexto social e espacial.


Palavras-chave


Fronteiras culturais. Cinema. Comunicação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201532.194-211



 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)