A síndrome de Prometeu: um obstáculo no desenvolvimento do campo da comunicação

Autores

  • Fernando Andacht

Palavras-chave:

Construcionismo. Representação do real. Identidade da Área comunicacional.

Resumo

O texto considera uma abordagem freqüente no campo da Comunicação, a construção social/midiática da realidade, como um obstáculo para definir a identidade da área. Não obstante a existência de uma reconhecida teoria sociológica com esse nome, argumenta-se que um uso desta perspectiva na pesquisa converte uma genuína ferramenta epistemológica num artigo de fé. Em vez de uma análise científica, este construcionismo social difuso e ubíquo envolve uma atitude desmascaradora cujo intuito prático é elevar a consciência no que tange à mídia. Esta escolha discursiva é denominada aqui Síndrome de Prometeu. Seu efeito é a progressiva desintegração da identidade do campo devido a uma dupla redução: perda da especificidade disciplinar, por uma fusão com o âmbito sociológico, e perda da cientificidade, pela substituição da evidência do objeto estudado por um a priori teórico do pesquisador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Andacht

Professor Colaborador PPGCOM/ UFRGS, Pesquisador do CNPq, Doutor em Estudos Latino-Americanos/ Universidade de Bergen, Noruega.

Downloads

Como Citar

Andacht, F. “A síndrome De Prometeu: Um obstáculo No Desenvolvimento Do Campo Da comunicação”. Intexto, nº 13, dezembro de 2008, p. 19-34, https://www.seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/4207.

Edição

Seção

Artigos