La ciberciudad: una visión de lo social y lo urbano desde la cibernética, la sistémica y la comunicología

Jesús Galindo Cáceres

Resumo


Partindo da observação sobre o mundo social contemporâneo e sua complexa rede de relações e associações, pleiteia-se no texto a necessidade de conceitos e marcos de organização conceitual mais complexos que aqueles existentes. Um destes conceitos é a cibercultura e alguns destes novos marcos de organização conceitual são a cibernética, a sistêmica e a comunicologia. O ponto de vista básico desta proposta é que uma visão da cibercultura fundamentada nas imagens dos computadores e da internet não é suficiente, o poder da palavra aparece quando se examina um conceito construído em nossas melhores visões científicas contemporâneas. Aí se desenvolve o corpo do texto. A cibercultura é um conceito que associa a reflexividade, a complexidade, a construtividade e a criação. O melhor lugar para sua aplicação é a forma elementar de nossa ecologia da vida social, a cidade, que vista desde a cibercultura será uma cibercidade, com todo o que isto implica em pensamento, comunicação e ação na trama e urdidura da complexidade.

Palavras-chave


Cibercultura. Cibercidade. Cibernética. Sistêmica. Comunicologia.

Texto completo:

PDF




 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)