Enquadramentos lúdico-dramáticos no jornalismo: mapas culturais para organizar conflitos políticos

Autores

  • Luiz Gonzaga Motta Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Enquadramento. Jornalismo. Política.

Resumo

Enquadramentos não são produzidos pelos jornalistas, mas recolhidos por eles da experiência e cultura humanas. Compartidos pelo narrador e leitores, servem para organizar a complexa realidade e estabilizar a “situação de comunicação”. O jornalismo político tende a utilizar enquadramentos dramáticos (narrativos) e lúdicos (metáfora de jogos) enraizados no imaginário da sociedade, porque eles dispõem os conflitos políticos e são facilmente reconhecidos. Os enquadramentos dramáticos são bipolares, instauram ou amplificam hostilidades verbais típicas do jogo político.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Gonzaga Motta, Universidade de Brasília

Doutor, Jornalista, Professor do Programa de Pós-Gradução da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília

Downloads

Publicado

2008-04-15

Como Citar

Motta, L. G. “Enquadramentos Lúdico-dramáticos No Jornalismo: Mapas Culturais Para Organizar Conflitos políticos”. Intexto, nº 17, abril de 2008, https://www.seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/3461.

Edição

Seção

Artigos