Leitores e leituras dos jornais do Rio de Janeiro no início do século

Marialva Carlos Barbosa

Resumo


É possível usando apenas textos recuperar a forma como se lia e o que lia o leitor do passado? Como fazer estudos de recepção de leitores que há muito se transformaram em poeira do tempo? A metodologia indicada pela crítica literária e pela teoria da literatura fornece as chaves necessárias para se realizar estudos recepções da mídia, não só atual, como do passado. A pesquisa realizada com leitores dos jornais diários do Rio de Janeiro do início do século é apenas um exemplo de que apagar esse silêncio é possível.

Palavras-chave


Estudo de Recepção. Imprensa. Leitura.

Texto completo:

PDF




 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)