A reestruturação da política em tempos midiáticos

Christa Liselote Berger

Resumo


O artigo faz a abordagem da conformação assumida pelo texto jornalístico no tratamento da questão fundiária brasileira. A autora pretende ultrapassar o ponto no qual este "discurso" se apresenta como mera mediação, para explicitar os sentidos agregados pelo texto mediador à fatualidade original do conflito pela terra no Brasil. Essa leitura quebra a inocência informativa da notícia, e passa a ser conduzida tanto para a descoberta das condições de narração - produção do texto, como para a reflexão sobre o papel que este texto cumpre na recriação simbólica do conflito original.

Palavras-chave


Campo Midiático. Campo Político. Jornalismo. Enunciação.

Texto completo:

PDF




 

Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

 

 Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

 Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)