Um ano de pandemia: como está a saúde mental dos profissionais de enfermagem?

Autores

  • Maria de Lourdes Custódio Duarte
  • Daniela Giotti da Silva
  • Thayná de Almeida
  • Isadora Prates Bombardi
  • Bruna Santos Fidélis
  • Mariana Mattia Correa Bagatini

Resumo

Objetivo: Refletir sobre a saúde mental dos profissionais de enfermagem após um ano da pandemia de coronavírus.
Método: Estudo teórico-reflexivo, fundamentado nas evidências encontradas em literatura científica nacional e internacional, baseado na elaboração discursiva sobre a temática e somado à percepção e análise crítica das autoras.
Resultados: Após um ano de enfrentamento da pandemia observou-se uma piora da saúde mental dos profissionais da enfermagem, tendo em vista a sua continuidade e também o agravamento do cenário do sistema de saúde, com alto risco de contaminação e repercussões da doença na vida profissional e pessoal.
Considerações finais: Cabe aos gestores das instituições de saúde a sensibilidade no entendimento e no atendimento de sofrimentos já existentes e também aqueles que certamente virão, possibilitando espaços que dialoguem e oportunizem a melhora e a manutenção da saúde mental dos trabalhadores da enfermagem.

Palavras-chave: Pandemias. Saúde mental. Profissionais de enfermagem. Infecções por coronavírus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-06-01

Como Citar

1.
Maria de Lourdes Custódio Duarte, Daniela Giotti da Silva, Thayná de Almeida, Isadora Prates Bombardi, Bruna Santos Fidélis, Mariana Mattia Correa Bagatini. Um ano de pandemia: como está a saúde mental dos profissionais de enfermagem?. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 1º de junho de 2022 [citado 26º de novembro de 2022];43. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/rgenf/article/view/124995

Edição

Seção

Artigos de Reflexão