Aproximações entre sistematização da assistência de enfermagem, complexidade e ontologia na prática profissional do enfermeiro

Autores

  • Rucieli Maria Moreira Toniolo
  • Aida Maris Peres
  • Juliana Helena Montezeli

Resumo

Objetivo: Refletir sobre as aproximações entre Sistematização da Assistência de Enfermagem, ontologia e pensamento complexo na prática profissional do enfermeiro.
Método: Estudo teórico reflexivo fundamentado na Teoria da Complexidade de Edgar Morin e nos princípios ontológicos com aplicação computacional possíveis de representações conceituais na enfermagem.
Resultados: O paradigma da complexidade rompe com a linearidade e amplia o significado da Sistematização da Assistência de Enfermagem, favorecendo a conceituação de novas entidades e objetivos, distanciando-se do reducionismo na prática laboral. Considera-se a ontologia como potencial tecnologia para criação de linguagem padronizada capaz de representar a Sistematização da Assistência de Enfermagem na perspectiva do pensamento complexo.
Conclusão: A ontologia facilita a representação formal do conhecimento da Sistematização da Assistência de Enfermagem, gerando fortalecimento da sua identidade, organização, compartilhamento do conhecimento e informação. Aliada ao pensamento complexo, favorece a difusão de vocabulário comum à enfermagem, contribuindo na experiência e decisões dos enfermeiros.

Palavras-chave: Administração dos cuidados ao paciente. Terminologia padronizada em enfermagem. Gerenciamento da prática profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-05-27

Como Citar

1.
Rucieli Maria Moreira Toniolo, Aida Maris Peres, Juliana Helena Montezeli. Aproximações entre sistematização da assistência de enfermagem, complexidade e ontologia na prática profissional do enfermeiro. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 27º de maio de 2022 [citado 13º de agosto de 2022];43. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/rgenf/article/view/124826

Edição

Seção

Artigos de Reflexão