Percepção de plágio acadêmico entre estudantes e professores de cursos de graduação e pós-graduação na modalidade a distância

Autores

  • Daniel Seitenfus UFSM
  • Bruna V. dos Santos UFSM
  • Edimar Manica IFRS
  • Solange Pertile UFSM

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.95712

Palavras-chave:

Direitos autorais, Ensino a distância, Plágio.

Resumo

presente artigo apresenta um estudo quali-quantitativo dirigido com o objetivo de identificar os motivos que podem levar os alunos de cursos ofertados na modalidade a distância a plagiarem e como os professores têm atuado a respeito deste problema nas atividades acadêmicas. Os resultados obtidos mostram que os professores consideram importante relatar os casos de plágio aos alunos para entendimento e correção, não se atendo apenas na punição. Já os estudantes demonstram a falta de conhecimento acerca das normas de citação, o que pode causar o plágio não intencional. Diante disso, julga-se necessário aplicar ações junto a comunidade acadêmica para conscientização da importância da utilização de fontes confiáveis e da atribuição correta aos autores originais, evitando assim a violação de direitos autorais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-07-28

Como Citar

SEITENFUS, D.; V. DOS SANTOS, B.; MANICA, E.; PERTILE, S. Percepção de plágio acadêmico entre estudantes e professores de cursos de graduação e pós-graduação na modalidade a distância. RENOTE, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 103–112, 2019. DOI: 10.22456/1679-1916.95712. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/95712. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Educação a distância