Incorporação da Tecnologia Digital à Prática Docente: Compreendendo a Gênese Instrumental de Licenciandos em Matemática

Autores

  • Margarete Farias Medeiros IFC – CAS/PPGIE – UFRGS
  • Marcus Basso PPGEMAT/IME/UFRGS – PPGIE

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.85995

Palavras-chave:

tecnologia digital, resistência, gênese instrumental, formação inicial docente.

Resumo

O presente artigo expõe uma pesquisa, de caráter qualitativo e cunho exploratório, sobre as possíveis causas da resistência de acadêmicos do curso de Licenciatura em Matemática à inserção de Tecnologia Digital (TD) na prática docente. A pesquisa, fundamentada na teoria da gênese instrumental, foi realizada a partir de questionário on-line e observações sobre os comportamentos dos sujeitos durante a realização de propostas didáticas com utilização da TD. A partir da análise dos dados foi possível concluir que existem fortes indícios de que os referidos acadêmicos possuem medo de enfrentarem situações que a TD proporciona em relação aos conceitos matemáticos, que por sua vez, influenciam na resistência à incorporação de tal tecnologia na prática docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-07-21

Como Citar

FARIAS MEDEIROS, M.; BASSO, M. Incorporação da Tecnologia Digital à Prática Docente: Compreendendo a Gênese Instrumental de Licenciandos em Matemática. RENOTE, Porto Alegre, v. 16, n. 1, 2018. DOI: 10.22456/1679-1916.85995. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/85995. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Tecnologia na educação