UM ESTUDO SOBRE O RACIOCÍNIO LÓGICO MATEMÁTICO: O CASO DAS OLIMPÍADAS DE PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES

Autores

  • Valéria Espíndola Lessa IFRS Campus Erechim
  • Ariane Mileidi Pazinato IMED Passo Fundo
  • Adriano Canabarro Teixeira Universidade de Passo Fundo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.79233

Palavras-chave:

Raciocínio lógico matemático. Programação de Computadores. Olimpíadas.

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de um estudo sobre o uso do raciocínio lógico matemático de estudantes do ensino fundamental participantes das Olimpíadas de Programação de Computadores. O referencial teórico está embasado na informática educativa e na psicologia cognitiva. É uma pesquisa de cunho qualitativo a partir da análise das produções destes estudantes e das percepções deles sobre a atividade de programar. Os instrumentos de coleta de dados constituíram-se em gravação dos arquivos gerados após as resoluções e as entrevistas em grupo focal. A análise dos dados deu-se através da identificação, nas falas e nas produções, da relação de ordem e planejamento, indicativa de raciocínio lógico. Como resultados, temos que a relação de ordem e planejamento perpassa todo o processo de programação e que, portanto, a programação de computadores demanda o desenvolvimento do raciocínio lógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-27

Como Citar

ESPÍNDOLA LESSA, V.; MILEIDI PAZINATO, A.; CANABARRO TEIXEIRA, A. UM ESTUDO SOBRE O RACIOCÍNIO LÓGICO MATEMÁTICO: O CASO DAS OLIMPÍADAS DE PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES. RENOTE, Porto Alegre, v. 15, n. 2, 2017. DOI: 10.22456/1679-1916.79233. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/79233. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

TIC e seus efeitos na configuração das ecologias cognitivas