Análise e Recomendação de trajetos de aprendizagem em mundos virtuais

Autores

  • Felipe Becker Nunes PPGIE, UFRGS
  • Manuel Constantino Zunguze PPGIE, UFRGS Universidade Pedagógica de Moçambique - UPM
  • Fabrício Herpich PPGIE, UFRGS
  • Aline Grunewald Nichele PPGIE, UFRGS
  • Liane Margarida Rockenbach Tarouco PPGIE, UFRGS
  • José Valdeni de Lima PPGIE, UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.75118

Palavras-chave:

agentes, mundos virtuais, trajetórias de aprendizagem.

Resumo

Non-Player Characters são entidades programáveis que executam atividades
pré-definidas. Eles podem ser utilizados nos mundos virtuais no papel de tutores que auxiliam os alunos durante atividades educacionais, tendo como base informações coletadas durante as interações destes. Este artigo apresenta uma proposta de uso de agentes NPC em mundos virtuais para prover sugestões de trajetórias de aprendizagem com base nas interações dos indivíduos. Foi utilizado o ambiente OpenSim onde, através de scripts de monitoramento das atividades foram formuladas sugestões de trajetórias. Como resultados, através do feedback positivo dos participantes constatouse que os agentes NPC propuseram de forma eficaz trajetórias de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-07-28

Como Citar

BECKER NUNES, F.; CONSTANTINO ZUNGUZE, M.; HERPICH, F.; GRUNEWALD NICHELE, A.; MARGARIDA ROCKENBACH TAROUCO, L.; VALDENI DE LIMA, J. Análise e Recomendação de trajetos de aprendizagem em mundos virtuais. RENOTE, Porto Alegre, v. 15, n. 1, 2017. DOI: 10.22456/1679-1916.75118. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/75118. Acesso em: 1 fev. 2023.

Edição

Seção

Laboratórios digitais