Uma Comunidade de Prática para o ensino e a aprendizagem de programação

Autores

  • Vinicius Hartmann Ferreira IFRS
  • Eliseo Berni Reategui UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.70681

Palavras-chave:

comunidade de prática, modelagem social aberta do estudante, ensino e aprendizagem de programação

Resumo

As disciplinas de programação estão entre as disciplinas consideradas mais difíceis em cursos da área de Informática. O suporte da tecnologia ao ensino e a aprendizagem de programação tem apresentado resultados relevantes, sobretudo ao se valer dos aspectos sociais atrelados aos ambientes virtuais. Partindo deste princípio, este artigo apresenta a proposta de arquitetura de uma Comunidade de Prática, aliada aos recursos de formação de grupos homogêneos, a recomendação de tutores e a Modelagem Social Aberta do Estudante. Com base nos resultados de trabalhos similares entende-se que, possibilitar ao estudante com dificuldades de aprendizagem acompanhar e comparar o seu progresso com o dos demais em uma Comunidade de Prática, estimulando sua interação com outros participantes com diferentes níveis de conhecimento, possa auxiliá-lo a alcançar melhores resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

HARTMANN FERREIRA, V.; BERNI REATEGUI, E. Uma Comunidade de Prática para o ensino e a aprendizagem de programação. RENOTE, Porto Alegre, v. 14, n. 2, 2016. DOI: 10.22456/1679-1916.70681. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/70681. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Aprendizagem Colaborativa Apoiada por Computador