Infográficos versus Materiais de Aprendizagem Tradicionais: uma Investigação Empírica

Autores

  • Kamila T. Lyra Universidade de São Paulo (ICMC-USP)
  • Brauner R. N. Oliveira Universidade de São Paulo (ICMC-USP)
  • Rachel C. D. Reis UFV, Universidade de São Paulo (ICMC-USP)
  • Wilmax M. Cruz Universidade de São Paulo (ICMC-USP)
  • Elisa Y. Nakagawa Universidade de São Paulo (ICMC-USP)
  • Seiji Isotani Universidade de São Paulo (ICMC-USP)

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.70653

Palavras-chave:

infográfico, aprendizado suportado por computador, estilos de aprendizagem, satisfação.

Resumo

Infográfico é um tipo popular de visualização de informação que utiliza de
apelo visual para tornar a transmissão de informação rápida e efetiva. No entanto, ainda existem poucos trabalhos empíricos que investiguem sua interferência no processo de aprendizagem e interação com as características estilos de aprendizagem e satisfação. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar a eficácia dos infográficos em comparação com os materiais de aprendizagem tradicionais (gráfico e texto). Para isso, foi executado um experimento com 54 alunos de graduação. Os alunos foram distribuídos entre os três tipos de materiais e avaliados em relação ao aprendizado, retenção de conhecimento e satisfação pessoal. Os resultados mostraram que os infográficos foram tão bons para a aprendizagem e retenção de conhecimento quanto os materiais tradicionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

T. LYRA, K.; R. N. OLIVEIRA, B.; C. D. REIS, R.; M. CRUZ, W.; Y. NAKAGAWA, E.; ISOTANI, S. Infográficos versus Materiais de Aprendizagem Tradicionais: uma Investigação Empírica. RENOTE, Porto Alegre, v. 14, n. 2, 2016. DOI: 10.22456/1679-1916.70653. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/70653. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

TIC e seus efeitos na configuração das ecologias cognitivas