Modelo conceitual para criação, aplicação e avaliação de jogos educativos digitais

Autores

  • Rafael Feyh Jappur Faculdade Senac Florianópolis
  • Fernando Jose Spanhol UFSC
  • Fernando Antonio Forcellini UFSC

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.70643

Palavras-chave:

jogos educativos digitais, processo de ensino e aprendizagem, educação, sustentabilidade.

Resumo

Os jogos educativos digitais têm o potencial de agregar valor ao processo de ensino e aprendizagem de conteúdos em sala de aula. Todavia, os professores ou mediadores desse processo enfrentam dificuldades para a aplicação desses jogos no contexto da sala de aula. Nesse sentido, este trabalho buscou desenvolver um modelo conceitual para a criação, aplicação e avaliação de jogos educativos digitais para o contexto do processo de ensino e aprendizagem em sala de aula. Os procedimentos metodológicos utilizados foram preponderantemente a pesquisa bibliográfica e de campo, com a utilização do Design Science Research Methodology (DSRM) para o desenvolvimento do modelo conceitual. O modelo conceitual foi aplicado com o uso do jogo educativo digital denominado de Simulador Ambiental. Constatou-se que houve melhora na percepção dos alunos quanto ao seu nível de aprendizado no conteúdo do jogo. Portanto, os resultados demonstraram positivamente a consistência do modelo conceitual, oferecendo às partes interessadas no processo de ensino e aprendizagem com o uso de jogos educativos digitais em sala de aula, um caminho pelo qual eles possam criar, aplicar e avaliar a qualidade dos jogos e a didática de aplicação destes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

FEYH JAPPUR, R.; JOSE SPANHOL, F.; ANTONIO FORCELLINI, F. Modelo conceitual para criação, aplicação e avaliação de jogos educativos digitais. RENOTE, Porto Alegre, v. 14, n. 2, 2016. DOI: 10.22456/1679-1916.70643. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/70643. Acesso em: 6 fev. 2023.