A ADESÃO AO USO DE FAN PAGE COMO RECURSO DIDÁTICO NO LETRAMENTO

Autores

  • Monica Silva CIEP 339 - Mário Tamborindeguy, Brazil
  • Simone Jesus Instituto Federal do Rio de Janeiro - Friburgo, Brazil
  • Francisco Mattos Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brazil
  • Christine Sertã Costa Pontifícia Universidade Católica, Brazil

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.67343

Palavras-chave:

Educação e Tecnologias, práticas de letramento, aprendizagem significativa.

Resumo

O impacto das novas tecnologias é uma realidade irreversível na nossa sociedade que já rompeu o muro da escola e adentra o espaço das nossas salas de aula. No presente artigo, discutimos de que maneira a tecnologia pode contribuir para a promoção de uma aprendizagem significativa que tenha por finalidade a formação de alunos críticos e preparados para exercer as práticas de letramento que marcam nossa contemporaneidade hipermidiática. Em uma proposta pedagógica que integra as concepções de letramento, letramento digital, multiletramentos e cibercultura, à luz dos documentos oficiais para o Ensino Médio, este trabalho, que se constitui como um relato de experiência, foi elaborado para verificar o nível de adesão ao uso de fan page como recurso didático. O contexto em que a pesquisa foi aplicada foram duas escolas do Estado do Rio de Janeiro, uma estadual e outra federal, com uma turma de 3º e 1º anos do ensino médio, respectivamente. As conclusões indicam que a inserção de redes sociais no processo de ensino-aprendizagem necessita de planejamento e de tempo para a construção de sentidos junto aos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-26

Como Citar

SILVA, M.; JESUS, S.; MATTOS, F.; SERTÃ COSTA, C. A ADESÃO AO USO DE FAN PAGE COMO RECURSO DIDÁTICO NO LETRAMENTO. RENOTE, Porto Alegre, v. 14, n. 1, 2016. DOI: 10.22456/1679-1916.67343. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/67343. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

TIC e seus efeitos na configuração das ecologias cognitivas