Acessibilidade na formação de professores a distância: um estudo de caso das dimensões técnica e pedagógica

Autores

  • Lucila Maria Costi Santarosa NIEE/UFRGS
  • Débora Conforto NIEE/UFRGS
  • Maristela Compagnoni Vieira NIEE/UFRGS, CESUCA
  • Fernanda Schneider NIEE/UFRGS, SMED PMPA
  • Jean Felipe Patikowski Cheiran NIEE/UFRGS, UNIPAMPA

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.57650

Palavras-chave:

EAD, Formação de Professores, Tecnologias Digitais na Educação, Acessibilidade, Inclusão.

Resumo

Três elementos podem ser mencionados com destaque no que tange à caraterização da educação contemporânea: a crescente inserção das tecnologias digitais nos ambientes pedagógicos, a ascensão da modalidade de ensino a distância e a inclusão de pessoas com deficiência em instituições não especiais. Enquanto esses elementos podem ser considerados isoladamente como novos desafios, a combinação de todos eles requer um conjunto de esforços que viabilizem a qualidade da experiência e a permanência de todos os sujeitos no sistema educacional. Nessa perceptiva, este estudo apresenta a percepção de sujeitos com e sem deficiência, envolvidos em um curso de formação de professores na modalidade a distância, quanto à contribuição de dois tipos de estratégias: técnicas, voltadas à promoção da acessibilidade, e pedagógicas, destinadas à adaptação curricular. Os resultados sugerem a validade de tais ações, mas apontam para fragilidades no ambiente virtual de aprendizagem utilizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-28

Como Citar

MARIA COSTI SANTAROSA, L.; CONFORTO, D.; COMPAGNONI VIEIRA, M.; SCHNEIDER, F.; FELIPE PATIKOWSKI CHEIRAN, J. Acessibilidade na formação de professores a distância: um estudo de caso das dimensões técnica e pedagógica. RENOTE, Porto Alegre, v. 13, n. 1, 2015. DOI: 10.22456/1679-1916.57650. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/57650. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

Acessibilidade