Recursos Educacionais Abertos: Aspectos de desenvolvimento no cenário brasileiro

Autores

  • Maurício Massaru Arimoto ICMC/USP
  • Leonor Barroca The Open University (UK)
  • Ellen Francine Barbosa ICMC/USP

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.53458

Palavras-chave:

Recursos Educacionais Abertos, REAs, Survey

Resumo

Recursos Educacionais Abertos (REAs) têm emergido como um importante elemento da educação na sociedade contemporânea, possibilitando novas perspectivas de construção e partilha de conhecimento que transcendem as restrições impostas pela educação tradicional. Embora REAs possam trazer diversos benefícios e impacto sobre a educação, sua adoção ainda é limitada. No Brasil, em especial, há falta de evidências sobre a produção e o uso efetivo de REAs na educação, seja na modalidade presencial, híbrida ou a distância. Neste trabalho, uma pesquisa baseada em survey é conduzida com o objetivo de determinar “como” é o processo de desenvolvimento de REAs e evidenciar as principais barreiras e lacunas associadas, bem como fatores que possam ampliar a produção e a oferta de REAs no cenário brasileiro. Os resultados obtidos apontam para a necessidade de um esforço coletivo (governo, instituições de ensino, pesquisadores, educadores e aprendizes) para prover a fundamentação e os mecanismos adequados à produção, uso e compartilhamento de REAs, ajudando a promover a ideia de amplo acesso e participação de todos os cidadãos na educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-28

Como Citar

MASSARU ARIMOTO, M.; BARROCA, L.; FRANCINE BARBOSA, E. Recursos Educacionais Abertos: Aspectos de desenvolvimento no cenário brasileiro. RENOTE, Porto Alegre, v. 12, n. 2, 2014. DOI: 10.22456/1679-1916.53458. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/53458. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Objetos de aprendizagem