Objeto de aprendizagem reutilizável em 3D para a identificação de Craniosynostosis: um estudo de caso

Autores

  • Bianca Carneiro Ribeiro UFRPE
  • Jorge da Silva Correia-Neto UFRPE
  • Ronnie Edson de Souza Santos CIn - UFPE
  • Clayton Vanut Cordeiro de Magalhães CIn - UFPE
  • Guilherme Vilar UFRPE

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.53457

Palavras-chave:

objetos de aprendizagem, Craniosynostosis, estudo de caso.

Resumo

No contexto que envolve a educação médica continuada, os objetos de aprendizagem tem se mostrado uma tecnologia bastante robusta, prática e econômica. Neste sentido, esta pesquisa tem o objetivo de desenvolver e avaliar objetos de aprendizagem utilizando imagens tridimensionais na detecção de dismorfologias craniofaciais. O objeto de aprendizagem foi construído seguindo as etapas de modelagem, texturização, animação e renderização, com posterior avaliação por um grupo de pediatras através de um ambiente virtual de aprendizagem. Os   resultados   reúnem   um   conjunto   de   animações   tridimensionais   de   alta   qualidade demonstrando a variação de uma cabeça com dismorfologias e um conjunto de discussões sobre a importância que os objetos de aprendizagem em 3D podem ter na educação médica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-28

Como Citar

CARNEIRO RIBEIRO, B.; DA SILVA CORREIA-NETO, J.; EDSON DE SOUZA SANTOS, R.; VANUT CORDEIRO DE MAGALHÃES, C.; VILAR, G. Objeto de aprendizagem reutilizável em 3D para a identificação de Craniosynostosis: um estudo de caso. RENOTE, Porto Alegre, v. 12, n. 2, 2014. DOI: 10.22456/1679-1916.53457. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/53457. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Objetos de aprendizagem