Desenvolvimento e Avaliação do Jogo DuchsVille para Apoiar o Processo de Aprendizagem Nutricional: estudo de caso com adolescentes com distrofia muscular de Duchenne

Autores

  • Ana Grasielle Dionísio Corrêa Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica (LSI-EP) Universidade de São Paulo (USP)
  • Adriana Nathalie Klein Associação Brasileira de Distrofia Muscular (ABDIM)
  • Cristina Salvioni Associação Brasileira de Distrofia Muscular (ABDIM)
  • Irene Karaguilla Ficheman
  • Roseli de Deus Lopes

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.44424

Palavras-chave:

jogos educacionais, educação nutricional, distrofia muscular de Duchenne

Resumo

O presente estudo teve como objetivo criar, implementar e avaliar um jogo eletrônico para educação alimentar e nutricional de crianças com distrofia muscular de Duchenne (DMD). Participaram do estudo, 27 profissionais da saúde e 10 adolescentes com DMD. Foram aplicados questionários de pré-teste a fim de coletar informações a respeito dos conhecimentos prévios sobre hábitos alimentares e pós-teste para analisar os ganhos de informações após o jogo. Observou-se que as crianças retiveram conhecimento sobre alimentação e nutrição após jogo. Concluiu-se neste trabalho que a interatividade proporcionada pelos jogos eletrônicos, pode estimular e favorecer na construção do conhecimento sobre nutrição e hábitos alimentares saudáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Irene Karaguilla Ficheman

Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica (LSI-EP) Universidade de São Paulo (USP)

Roseli de Deus Lopes

Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica (LSI-EP) Universidade de São Paulo (USP)

Downloads

Publicado

2013-12-28

Como Citar

GRASIELLE DIONÍSIO CORRÊA, A.; NATHALIE KLEIN, A.; SALVIONI, C.; KARAGUILLA FICHEMAN, I.; DE DEUS LOPES, R. Desenvolvimento e Avaliação do Jogo DuchsVille para Apoiar o Processo de Aprendizagem Nutricional: estudo de caso com adolescentes com distrofia muscular de Duchenne. RENOTE, Porto Alegre, v. 11, n. 3, 2013. DOI: 10.22456/1679-1916.44424. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/44424. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos